Hugo Pinto é um grande talento do futebol nacional. Tem 11 anos e já tem um percurso bastante curioso e promissor. Ele estreia a nossa categoria de “O Olheiro”, sendo a nossa primeira estrela, e que bem que foi escolhida esta nossa estrela!

Entrevista a Hugo Pinto – #1 Olheiro Crónicas da Bola

1º – Então Hugo, vamos começar aqui uma pequena conversa. Vais ser o primeiro, o estreante da nossa categoria: O Olheiro! Como é que te sentes? Empolgado?

Sim, fico feliz por ser o primeiro e bastante empolgado.

2º – Para começar vamos fazer todos saber a tua idade.

Tenho 11 anos feitos em janeiro.

3º – Como é que te surgiu esta paixão pelo futebol?

Foi o meu pai que me meteu o “bichinho” da bola.

4º – E que clube apoias?

O FCPorto.

5º – Excelente escolha no clube digo-te já! Qual foi o teu melhor momento como adepto?

Foi o golo do Kelvin na vitória do Porto sobre o Benfica. Foi um delírio.

6º – E como jogador, como é que surgiu o bichinho da bola? E com que idade começaste a pisar os relvados?

Foi num torneio de sub 8, quando eu tinha 6 anos e fui jogar a Oiã com a minha equipa de O Crasto. Fizemos um bom torneio e eu na altura fui defesa central e não me saí nada mal. Até marquei um penálti que foi golo.

7º – Nós fizemos alguma pesquisa, até porque tens um excelente Agente! Queres nos falar um pouco sobre esse teu “Agente”?

O meu agente, além de ser meu pai, é o meu melhor amigo e ídolo, e como me acompanha incondicionalmente para todo o lado não poderia ter melhor agente que este.

8º – Tendo em conta que ainda tens 11 anos e que já tens uma página de facebook com 860 seguidores, podemos dizer que estás bem lançado para ter um bom futuro no futebol, já traçaste algum plano para o teu futuro?

O meu futuro de sonho é sem dúvida jogar num clube grande europeu. Tenho o feeling de que vou lá chegar.

9º – Se pudesses jogar em qualquer clube ao lado de qualquer jogador, qual seria? Porquê?

Gostava de jogar ao lado do Danilo Pereira. Acho que ele me iria servir fantasticamente bem como gosto que me sirvam, para faturar golos. O Danilo é o maior a servir.

10º – Nós também sabemos que és um grande goleador… Nestes anos como jogador, qual foi a tua melhor época? Em termos individuais e em termos coletivos? Fala-nos como te sentiste nesses vários momentos.

Foi a época anterior, onde me sagrei campeão distrital do campeonato da A.F. Viseu de sub 10 e fui o melhor goleador. Marquei 91 golos. Foi uma época fantástica! Agradeço também ao meu mister da altura, o professor Fernando Basto que muita confiança me deu, assim como aos meus colegas de equipa que me ajudaram a isso.

11º- Muito bem. Houveram equipas interessadas em ti, nomeadamente um grande: o FC Porto e depois mais duas equipazinhas. Como correu essa aventura?

Sim. Fui chamado para treinar no meu tão querido FCPorto. Mais tarde chamaram-me para treinar no Braga e também no Benfica.

12º – E já agora, nos outros dois clubes? Como correu? Eu permito que digas o nome de um deles.

Correram-me bem todos os treinos feitos nos três clubes. Acho que os que me correram melhor foram os que fiz no Porto e no Benfica. Fiz o que mais gosto, faturei golos! No último treino que fiz pelo Benfica, na equipa de competição, acabei por fazer 5 golos. Foi mesmo muito bom!

13º – Com essa idade e já com tantos olhos postos em ti. Como é que é lidar com isso tudo?

Fico muito feliz em saber que tenho pessoas que admiram e reconhecem o meu esforço enquanto atleta de futebol.

14º – Consegues conciliar bem a escola com os jogos e treinos? É importante para ti ter também um bom percurso académico para além do futebol?

Sim, consigo perfeitamente. Tenho três treinos por semana e mesmo assim consigo obter excelentes resultados. Estou no quadro de mérito do meu agrupamento de escolas e, neste momento, sou o melhor aluno do meu ano. Tive tudo cincos.

15º – Agora com um olho no futebol profissional. Fomos campeões de europa, como te sentiste? Desejavas um dia estar ali em frente às camaras a celebrar?

Sim,  claro, quem não adoraria ? Acho e espero um dia poder viver um momento como aquele.

16º – Quem é que achas que vai ser campeão este ano?

Espero que seja o FCPorto.

17º – Sobre as Crónicas da Bola, qual é a tua crónica favorita e porquê?

Aquela crónica em que falaram do Soares. Este avançado vai dar que falar. É um jogador à minha maneira. Identifico-me muito com ele.

18º – Estás preparado para ser o estreante nunca esquecido no Crónicas da Bola?

Preparadíssimo e orgulhoso por ter esta oportunidade.

19º – Tens namorada? Se sim, como é que ela lida com a tua ascensão? Se não, com tanta capacidade e olhos postos em ti e provavelmente um grande futuro no futebol, não tens interesse em escolher uma galã?

Não. Tenho várias interessadas, mas para já não ligo muito a isso.

20º – Guardamos a melhor pergunta para o fim: Sabendo da tua paixão pelo FC Porto eras capaz de jogar no Benfica a receber 5M ao ano, ou preferias ficar a jogar no FC Porto a receber 500€ por mês?

Claro que como portista que sou e serei, gostaria de jogar no Porto, mas claro que com a paixão que tenho pelo futebol jogo onde quiserem que jogue.

21º – Qual o número que usas na camisola?

Esta época jogo com o número 7. Na época passada joguei com o 5. No entanto, este ano costumo ser chamado à equipa do escalão superior, de sub-12. Aí visto a camisola com o número 11. No último jogo faturei 4 golos.

22º – Tem algum significado?

Nao, apenas é o número que me atribuíram.

23º – Descreve-nos o melhor golo até agora!

Entre tantos que já marquei, nem sei qual escolher. Talvez escolha uma jogada contra o Leomil onde agarrei na bola atrás do meio campo, fintei quase uma equipa inteira, rematei e como estava uma tempestade de chuva, a bola parou quase sobre a linha de golo e o meu colega Rafa empurrou a bola para golo. Este golo deu-me um gozo muito especial, embora não tenha sido meu.

 

Queremos agradecer ao Hugo Pinto, e ao seu pai, Pedro Pinto, pela disponibilidade apresentada assim como a honra de quererem fazer parte deste nosso projeto! Um grande OBRIGADO e que continuem a acompanhar-nos no Crónicas, como nós continuaremos a acompanhar o Hugo na sua carreira como jogador!

 

E tu, achas que tens o que é necessário para seres entrevistado pelo Crónicas da Bola? Clica para saberes mais.

Saber Mais

[Total: 4    Average: 5/5]