A pré-temporada do Dragão mal começou e já recebemos uma má notícia. Uma famosa competição futebolística foi extinta antes que o FCP pudesse ganhá-la.

Se a Chapecoense não estava disponível para participar na Eusébio Cup, por que não haveríamos nós de participar? Compreende-se que, depois de 4 derrotas que incluíram desaires contra o Monterrey e o Torino, o sr. Vieira não estivesse na disposição de encaixar outra humilhação.

Em todo o caso, se o Benfica pretendia fazer solidariedade e, ao mesmo tempo, garantir que finalmente voltava a ganhar a Eusébio Cup, a solução era simples: bastaria convidar a Associação Desportiva de Figueiró dos Vinhos, recém-promovida à divisão principal da AF Leiria.

SuperCopa Tecate

Por falar em Monterrey, esse é um dos clubes que disputará, juntamente com o FCP, a SuperCopa Tecate, que vai contar também com a Juventus. São três os mexicanos que irão jogar no seu país neste torneio; espera-se que Sérgio Conceição se “esqueça” do Miguel Layún por lá, no regresso.

O plantel está ainda longe de estar fechado e esperamos contar com alguns reforços, mas o aspeto psicológico será também muito importante. O Maxi Pereira já compreendeu que jogar pelo Porto implica mais amarelos e vermelhos, e é importante que não se deixe desmotivar.

O destino do Aboubakar

Interessante será também acompanhar o destino do Aboubakar. Emprestado ao Besiktas, disse em Abril que “não regressaria ao FC Porto, mesmo que houvesse dinheiro”. O que ele disse é pouco importante; citando um célebre dirigente desportivo, “no futebol, o que hoje é verdade amanhã é mentira”, e tanto assim é que já podemos ver o Fábio Coentrão a envergar outra camisola em Portugal que não a do Benfica.

A questão é saber se Sérgio Conceição consegue “domar” o Aboubakar de forma a que se torne um jogador útil. Se o conseguir, e se o jovem compreender o peso da camisola e a mística, aceitamos perfeitamente uma ou outra declaração infeliz do passado – calha a todos.

O menino minuto 92

Quanto ao Kelvin, talvez a solução passe por contratar a “coach” Susana Torres, que orientou o Éder antes do Euro. Se não fizer dele o ponta-de-lança que precisamos, a fazer pelo menos 20 golos por época, talvez consigamos uma boa alternativa. Ou então, que se venda o Kelvin ao Lille e não se pense mais nisso.

 

Quer ver SportTV gratuitamente na sua TV? Pode fazê-lo facilmente com uma Android TV Box! Clica para saberes mais.

Saber Mais

[Total: 2    Average: 5/5]