Este FC Porto anda a abusar da sorte. Qualquer dia ainda dizem que é o melhor clube a jogar futebol em Portugal, que é o melhor clube em termos de gestão ou, pior, dizem que é o clube que melhor representa Portugal na Europa. Enfim, na minha opinião acho que está entre as 7 maravilhas do mundo!

Goleada do FC Porto | Jogo FC Porto vs Nacional

André Silva voltou à titularidade, assim como Layún. Às vezes penso que os castiguinhos fazem sempre bem quando os meninos são bem comportados. O FC Porto deixou o Nacional sorrir. Nos primeiros 5min houveram uns três cantos para o Nacional e um pontapé de bicicleta de André Silva, que foi mais ao menos assim que ganhou aquele desafio da Nike esta semana. Acho que deviam fazer esse tipo de desafios mais vezes, para afinar a pontaria. Até aos 30min houve pouca emoção, mas depois Óliver explicou, sempre sereno, que afinal consegue finalizar à ponta de lança. Justificava assim os 20 milhões e a palmadinha nas costas no regresso de Alex Telles, o assistente perfeito nos 90 anos SuperBock.
Depois do primeiro, Brahimi percebeu que o que estava a fazer até então não chegava para ouvir elogios. Decidiu então fechar a 2ª parte com uma bomba para dentro da baliza. Dois pássaros na mão e nenhum a voar.

2º Parte do jogo FC Porto vs Nacional

A segunda parte veio com o FC Porto ligado à corrente. Quantas vezes via Herrera no onze inicial e pensava que André André precisasse de mais dez centímetros. Hoje vi apenas o Herrera a perder 17 pontos de vantagem para o André André. Este senhor tem de ser blindado, não vá o Mónaco chegar aqui e pagar por ele uma quantia fraquinha e depois obriga-lo a jogar em França quando no Barcelona está um André que não joga metade deste nosso 20. Que vida injusta.
Posto isto, o FC Porto decidiu começar a abrir a contagem, com o homem dos penáltis, segundo alguns entendidos, a fazer o golo à ponta de lança! Andrés a funcionarem na perfeição. André André rasga pela ala e mete a bola no meio, vendo André Silva a encostar com classe. Soares não gostou, passado 4min picou o ponto. Ficávamos perante um 4-0 pesado e que estaria longe de acabar.

Aos 63min Layún vê um livre como oportunidade para faturar. Querendo mostrar que o muro da loja de Gaia não é o único que ele consegue destruir, executa o livre de forma tão inteligente que nem se apercebeu que o Nacional tinha ficado a jogar com 10. Foi assim que, depois de ver esta calamidade, Danilo avisou Nuno que seria melhor ir sentar-se no banco. Ficaria mal ao senhor comendador ficar sentado no meio do campo. Para descansar, já chega Casillas.
Jota foi lançado e não demorou muito a dar o 6-0 a Soares. No instante em que Brahimi sai também, e foi aplaudido o suficiente para dormir descansado. Com um resultado tão volumoso André André cedeu o lugar a João Teixeira, infelizmente não fez o golo, o que me aborreceu bastante. No entanto, André Silva ficou mesmo feliz com o desafio ganho a meio da semana, tão feliz que tinha de voltar a picar ponto e, mais uma vez, não foi de penálti! Caramba, 7-0 e parecia Vigo.

O que se passou no Benfica vs Feirense?

O jogo no Dragão foi isto, um FC Porto avassalador a perceber que o Feirense ia jogar de azul. Talvez tenha sido esse o problema, de aos 88min de jogo, quando o Benfica ganhava 0-1, um jogador do Feirense roda na área, Samaris agarra-lhe o braço, dá lhe um chuto, mas o homem do Feirense é tão bom rapaz que só caiu dois segundos depois. Segue jogo. Benfica vence com muita sorte à mistura e retoma ao primeiro lugar. Rui Vitória deve estar a pensar: “Qual vai ser o tema da conferência de imprensa quando o FC Porto vier cá ganhar?”

[Total: 4    Average: 5/5]