Uma mão cheia de iguarias | FC Porto 5 Chaves 0

E regressámos ao Dragão da melhor forma possível. Depois de um longo sábado até chegar as 21h, o FC Porto está de volta e que forma! A exibição da Super Taça tinha pedido outro onze e outro jogo. Com o Newcastle também ficou evidente que Corona e Óliver mereciam o onze. Mas Sérgio Conceição insistiu e…cá está. Tiro o chapéu.

Como tudo começou | FC Porto vs Chaves

Começamos bem, mas com dois jogadores a ganharem destaque pela…negativa. Otávio e Aboubakar estavam mal. As críticas nas escolhas de Sérgio acentuavam-se devido à exibição dos dois companheiros de ataque. Mas tudo mudou quando Otávio insiste, ganha a bola e faz a assistência para Abou. André Pereira foi essencial na simulação que fez. Muito bom. Estava feito o primeiro do FC Porto vs Chaves e Sérgio sorria.

Mais um par de minutos e numa abertura fantástica de Sérgio Oliveira (em estilo de Óliver Torres), isola Otávio que devolve ao centro para…Aboubakar. 2-0 e os dois estavam perdoados. O futebol tem destas coisas e o FC Porto tem uma grande equipa.

Mas Brahimi estava endiabrado e queria provar isso com golos. Conseguiu. Mais uma combinação com (quem haveria de ser) Aboubakar, e Brahimi faz um golaço. Era o 3-0 ao cair do pano para o intervalo. Já antes o argelino tinha ameaçado com uma bola que percorreu a linha da baliza sem ninguém para encostar. 3-0 no FC Porto vs Chaves à saída para o intervalo.

Uma segunda parte de Corona e…Marius | FC Porto vs Chaves

A segunda parte começou mais murcha mas com o FC Porto sempre a controlar. Os Dragões contavam os minutos para dilatar a vantagem. Corona, Óliver e Adrian aqueciam. Dois nomes eram chamados pelos adeptos mas só um foi ouvido. Corona entrou, ganhou uma bola, arrancou e…PUUUM! GOLOOOOO! Festejei mesmo muito. Este miúdo merece ser titular. E é já no domingo!

Mas mais estava por vir. O FC Porto procurava dilatar a vantagem e todos queriam o 5-0.  Esteve perto de surgir por várias ocasiões. Foi aí que Marius veio a jogo. Grande, com físico, alguma técnica mas ainda é verdinho. No entanto, à matador, fez o 5-0 depois de uma assistência involuntária de Sérgio Oliveira. Mas ainda iríamos (quase) gritar golo…

Adrian Lopez estava a dar boas indicações mas o guarda redes do Chaves decidiu brilhar no único momento que todos os portistas pediam para ele não o fazer. Adrian fica isolado, remata de primeira mas o guardião transmontano decide mostrar que sofreu 5-0 por lapso. Sérgio Conceição nunca individualiza, mas individualizou. E no fim deu a prova: Adrian está pronto para ser o novo Marega!

[Total: 2    Average: 4.5/5]